DICAS

 

 

 

Dinheiro - A argentina instituiu uma política financeira que restringe a compra do dólar por parte dos argentinos, o que fez crescer o câmbio paralelo no país. Atrelado a isso, a desvalorização da moeda faz com que seja vantajoso levar tanto o real quando dólar ao país para, então, trocar por pesos argentinos, a moeda oficial, e utilizá-lo no dia à dia. Além disso, o dólar americano e o real são aceitos em diversos estabelecimentos comerciais, cada um deles usando sua própria cotação.
 
Câmbio paralelo - Utilizar o câmbio paralelo é atualmente bastante comum e corriqueiro entre os turistas que viajam ao país, principalmente quando considerada a cotação do câmbio oficial, que é muito inferior. Ainda que seja comum trocar moedas no câmbio negro, é preciso lembrar que a prática é ilegal e que esse tipo se transação não é completamente segura. Caso opte por uma transação desse tipo saiba dos riscos, evite fazê-la nas ruas, a céu aberto, quando as pessoas ficam mais sujeitas aos golpes.
 
Transportes  - Buenos Aires é uma cidade ótima para caminhar, principalmente na região central. Para ir de um bairro à outro, é interessante utilizar o metrô, ou o táxis, que têm bons preços. Buzinas no trânsito e taxistas correndo são coisas comum
 
Caminhar é uma das atividades mais prazerosas a se fazer em Buenos Aires. A cidade é ideal para andar a pé e descobrir devagar cada cantinho. Se caminhar não é sua praia, alugue uma bicicleta, elas têm ganhado cada vez mais espaço no trânsito maluco da cidade.
 
Táxi - Táxis e mais táxis circulam pelas ruas portenhas todos os dias, basta esperar um pouquinho que algum táxi aparece por perto. Os táxis funcionam com taxímetro e tem preços bons, mas é mais seguro utilizar os táxis com veículos mais novos e os rádio táxis.
Importantíssimo: Andar de táxi em Buenos Aires é barato e fácil, entretanto, é importante ter alguns cuidados. Evite dar pontos de referência evasivos, saiba exatamente onde você deseja saltar do carro e diga as coordenadas pelas ruas: “quero ir a Santa Fé com Agüero”. Os taxistas são bem malandrinhos e golpes em táxis também são comuns na cidade, por isso evite dar notas altas para pagar as corridas e sempre tenha nota de valor pequeno. Não se deixe enganar pelos taxistas, consulte mapas para ter ideia do trajeto a ser feito e procure mostrar segurança.
 
Metrô - O metrô é uma boa alternativa para percorrer médias e longas distâncias em Buenos Aires pagando pouco, entretanto, o sistema de transporte é antigo. Por lá, o metrô é conhecido como subte, e nem adianta falar em “metrô”, que não vão entender o que você quer dizer.
 
Roubos e Furtos - Passeando por Buenos Aires, tome cuidado com seus documentos, cartões e dinheiro pois os furtos são muito frequentes. Leve para a rua apenas o necessário e sempre esteja de olho em seus pertences. Procure carregar bolsas e mochilas próximas ao corpo e não se distrair em locais de muito movimento, como ruas e metrô, pois é principalmente nessas horas que os batedores de carteira, com mãos bem suaves, furtam as pessoas.
 
Quando ir – A capital argentina tem estações bem definidas, portanto, cada uma das estações promove uma experiência diferente. No verão as médias são de 24ºC, mas as temperaturas passam dos 30ºC e podem dar a sensação de estar mais quente, devido à umidade. No inverno, com média de 12ºC, e chuvas mais escassas, a temperatura pode chegar a 0ºC em noites frias, então não deixe de levar agasalhos. A cidade é movimentada e recebe turistas durante todo o ano, então reserve seus hotéis com alguma antecedência, especialmente se a viagem for feita em algum feriado ou período de férias.
 
Documentação – Não é necessário passaporte para visitar Buenos Aires, bastando apresentar o RG em bom estado de conservação e que permita identificar a foto do portador com facilidade. Documentos, como carteiras profissionais e CNH, não são aceitas para fins de imigração. O prazo para brasileiros que viajam a turismo na Argentina é de até 90 dias. 

© 2014 Jully Tour.

Orgulhosamente criado por Jefferson Brogiatto

Telefones:

+55 (11) 5573-5105

+55 (11) 99619-7469

E-mail:

monica@jullytour.com.br

  • Ícone de App de Facebook
  • Instagram ícone social