PONTOS TURÍSTICOS

 

Casa Rosada – A sede da presidência da Argentina é um dos símbolos do país e passou a ter seu exterior pintado de rosa por volta de 1870. Há várias explicações para a cor, desde que representaria a união de dois partidos políticos até quanto ao uso de sangue bovino misturado à tinta naquela época. O edifício que hoje é sede do governo começou a tomar a forma a partir da junção da Casa de Governo com o edifício de Correios e Telégrafos. Conhecer a fachada e tirar uma foto ali é figurinha carimbada no roteiro dos brasileiros, mas é possível também fazer uma visita guiada (gratuita) ao interior do edifício aos sábados, domingos e feriados. 
 
Plaza de Mayo – A Praça de Maio é o coração político de Buenos Aires. O local é palco frequente de manifestações populares, entre elas a manifestação das Mães da Plaza de Mayo que ocorre às quintas-feiras, e está cercado por edifícios como a Casa Rosada, o Congresso e a Catedral. Arborizada e com vários bancos, essa praça costuma ser um local de descanso dos portenhos que trabalham ou vivem na região.
 
Av. 9 de Julho, Av. Corrientes o Obelisco – O Obelisco é um monumento histórico de Buenos Aires criado para comemorar os 400 anos de fundação da cidade. Ele está localizado no cruzamentos entre as avenidas Corrientes e 9 de Julho, ambas muito movimentadas. A Av. 9 de Julho já foi, inclusive, considerada a avenida mais larga do mundo.
 
Caminito – As janelas e paredes coloridas fazem parte do cenário no Caminito, uma rua-museu a céu aberto extremamente turística, que abriga restaurantes, lojas de lembranças e ateliês. O assédio é chato, mas quando se fala em turismo em Buenos Aires, esse é um dos locais mais tradicionais a ser conhecer. O nome se deve a um tango, cujas letras estão gravadas em algumas paredes do lugar. A variedade de lembranças de viagem no lugar é enorme, entretanto, negociar o preço é a melhor tática.
 
Teatro Colón – O Teatró Colón é motivo de orgulho dos portenhos e impressiona pela riqueza de detalhes em seu interior. Pela acústica apurada, ele é considerado um dos melhores teatros de ópera do mundo e quem visita a cidade pode aproveitar a viagem para assistir a um espetáculo. Caso não consiga assistir a uma apresentação, faça a visita guiada, que mostra a arquitetura e decoração interna do edifício. 
 
Museu de Arte Latinoamericana – MALBA é a versão encurtada do nome do museu, que abre suas portas para exibir quadros de artistas como Tarsila do Amaral e Frida Kahlo. O local é interessante pois reúne obras de artistas de diversos países e possui algumas obras interativas, deixando o passeio mais leve. 
 
Museu Nacional de Belas Artes – O foco do museu é contar a história da Argentina e alguns dos períodos mais importantes de sua história através de obras de artistas locais. O lugar tem quadros muito bonitos e além das obras nacionais há obras de artistas como Monet, Pissarro e El Greco. Fazer a visita guiada é indicado para conhecer com mais propriedade e história das obras. 
 
Puerto Madero - Área portuária revitalizada e que hoje tem excelente restaurantes, é um ótimo passeio em Buenos Aires, principalmente para conhecer esse lado moderno da cidade. Passeando por lá, aproveite para visitar a Puente de la Mujer e a Fragata Sarmiento, que atualmente funciona como museu.
 
La Bombonera – O adorado estádio do Boca Juniors é um dos pontos que os fãs de futebol mais gostam de conhecer. Visitas ao museu e ao estádio possibilitam conhecer mais de perto a história do clube, suas conquistas e ter até a oportunidade de ver de pertinho o campo e visitar os vestiários.
 
Cemitério da Recoleta – Pode parecer estranho, mas é isso mesmo: o cemitério da Recoleta é um dos “pontos turísticos” mais visitados de Buenos Aires. No lugar estão enterradas algumas celebridades argentinas, entre elas o General Alvear e Evita Perón, cujo túmulo sempre está com flores. Na visita guiada gratuita dentro do cemitério é possível conhecer detalhes dos túmulos mais importantes, alguns deles são considerados monumentos históricos nacionais.
 
Floralis Generica – O monumento metálico criado pelo arquiteto Eduardo Catalano chama a atenção mesmo de longe. Trata-se de uma enorme flor de metal, cujas pétalas se abrem durante o dia e se fecham durante a noite. O parque ao seu redor é procurado para tomar sol e descansar.

© 2014 Jully Tour.

Orgulhosamente criado por Jefferson Brogiatto

Telefones:

+55 (11) 5573-5105

+55 (11) 99619-7469

E-mail:

monica@jullytour.com.br

  • Ícone de App de Facebook
  • Instagram ícone social